Sexta-feira, 29 de Maio de 2020
Telefone: (54) 3385 1019
Whatsapp: (54) 996691013
Curta nossa página no Facebook:
Clique para Ouvir
Ensolarado
22°
15°C
Tapera/RS
Ensolarado
No ar: TOP HITS – As 12 músicas mais pedidas da programação.
Ao Vivo: TOP HITS – As 12 músicas mais pedidas da programação.
Notícias

Cortes de água de clientes da Corsan por não pagamento estão suspensos por 60 dias

Cortes de água de clientes da Corsan por não pagamento estão suspensos por 60 dias
23.03.2020 14h47  /  Postado por: fernando

Em reunião com o secretário do Meio Ambiente e Infraestrutura do RS, Artur Lemos Júnior, por videoconferência, na tarde deste domingo (22), o governador Eduardo Leite definiu algumas medidas envolvendo os clientes da Corsan (Companhia Riograndense de Saneamento) por conta da pandemia do novo coronavírus.

De acordo com o governador, os clientes de tarifa social ficarão isentos da cobrança pelos próximos 90 dias. Além disso, serão suspensos os cortes por não pagamento da conta de água nos próximos 60 dias. No entanto, juros e multas sobre as contas em atraso serão mantidos.

“Precisamos manter a empresa em funcionamento e, para tanto, mesmo que sem cortes, continuam valendo multas e juros em atrasos. Os cidadãos que dispõem de condições para pagamento de suas faturas devem seguir adimplentes para mantermos os serviços essenciais à população”, disse Leite.

*Ijuí Notícias
Em reunião com o secretário do Meio Ambiente e Infraestrutura do RS, Artur Lemos Júnior, por videoconferência, na tarde deste domingo (22), o governador Eduardo Leite definiu algumas medidas envolvendo os clientes da Corsan (Companhia Riograndense de Saneamento) por conta da pandemia do novo coronavírus.

De acordo com o governador, os clientes de tarifa social ficarão isentos da cobrança pelos próximos 90 dias. Além disso, serão suspensos os cortes por não pagamento da conta de água nos próximos 60 dias. No entanto, juros e multas sobre as contas em atraso serão mantidos.

“Precisamos manter a empresa em funcionamento e, para tanto, mesmo que sem cortes, continuam valendo multas e juros em atrasos. Os cidadãos que dispõem de condições para pagamento de suas faturas devem seguir adimplentes para mantermos os serviços essenciais à população”, disse Leite.

*Ijuí Notícias

Comente essa notícia
Receba nosso informativo
diretamente em seu e-mail.