body.studiofm #infos-topo { background: rgba(255, 0, 0, 0.70); } #meio-topo .ao-vivo .cabecalho a { color: #ec0737; }
Sexta-feira, 18 de Setembro de 2020
Telefone: (54) 3385 1019
Whatsapp: (54) 996691013
Curta nossa página no Facebook:
Clique para Ouvir
Tempo limpo
23°
13°
13°C
Tapera/RS
Tempo limpo
No ar: STUDIO NEWS – As principais informações do dia.
Ao Vivo: STUDIO NEWS – As principais informações do dia.
Central de Lançamentos

Título de eleitor poderá ser regularizado pela internet

Título de eleitor poderá ser regularizado pela internet
20.04.2020 15h24  /  Postado por: fernando

Prazo para regularização termina em maio.

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) atualizou recentemente as regras para que os eleitores possam votar nas eleições de 2020. Agora, é possível realizar diversos serviços pela internet, incluindo regularização da situação eleitoral, transferência do título de eleitor e até inscrição de novos votantes. Além disso, foram suspensas medidas de coleta dos dados biométricos, bem como a cancelamento do título em decorrência da falta desse dado.

No entanto, o prazo inicial para que mudanças e regularizações sejam feitas, previsto para se encerrar em 6 de maio, foi mantido. A diferença é que o comparecimento aos cartórios eleitorais – anteriormente obrigatório – foi substituído pela identificação digital – obviamente, quando possível.

Uma das opções oferecidas para que a identidade do eleitor seja confirmada é o envio de selfies segurando o documento de identificação. O carregamento da foto pode ser feito pela plataforma Título Net, sistema voltado para regularização de pendências eleitorais. Esse modelo já é adotado por bancos digitais, principalmente em situações de aberturas de contas, por exemplo.

Por fim, o TSE afirma que os títulos de eleitor cancelados por fraude continuarão sem validade. Os documentos que deveriam ser suspensos pela falta de biometria serão válidos provisoriamente, perdendo a validade após as eleições municipais, previstas para acontecer em outubro deste ano.

Via: CNN Brasil

Comente essa notícia
Receba nosso informativo
diretamente em seu e-mail.