Sexta-feira, 23 de Abril de 2021
Telefone: (54) 3385 1019
Whatsapp: (54) 996691013
Curta nossa página no Facebook:
Clique para Ouvir
Tempo limpo
26°
14°
26°C
Tapera/RS
Tempo limpo
No ar: CLÁSSICOS DA STUDIO – As músicas que marcaram época: anos 80, 90 e início de 2000.
Ao Vivo: CLÁSSICOS DA STUDIO – As músicas que marcaram época: anos 80, 90 e início de 2000.
Notícias

Leite apela a prefeitos para cumprimento das restrições contra Covid-19

“Entendam o nível de criticidade que temos na ocupação de leitos, observando que ela tem crescido como nunca e sem dar trégua”, afirmou governador
Leite apela a prefeitos para cumprimento das restrições contra Covid-19
25.02.2021 10h39  /  Postado por: mateus

O governador Eduardo Leite postou uma mensagem de apelo aos prefeitos do Rio Grande do Sul, para que os gestores municipais observem os critérios de restrições recomendados pelo modelo de distanciamento controlado desta semana – no qual 11 das 21 regiões do RS foram classificados como bandeira preta. A mensagem foi tornada pública na véspera de uma reunião entre o Palácio Piratini e a Famurs, em que o modelo de cogestão poderá ser rediscutido.

“Entendam o nível de criticidade que temos na ocupação de leitos, observando que ela tem crescido como nunca e sem dar trégua infelizmente em nenhum desses últimos 15 dias”, afirmou o governador, em um momento que o Estado está muito próximo de atingir a ocupação de 90% de seus leitos de UTI.

“Os prefeitos sabem também que a expansão do sistema de saúde tem um limite, especialmente nos recursos humanos. E gestores comprometidos que são os prefeitos, eles certamente estão recebendo os relatos por parte das suas estruturas de saúde sobre o nível crítico da demanda por internações”, disse o governador, que salientou que o Piratini dá o alerta com as bandeiras, mas que, com a cogestão, cabe aos prefeitos determinarem as restrições, conforme a realidade de cada região. “A cogestão que nós criamos foi uma ferramenta para gerar engajamento, e não para terceirização de responsabilidades.”

“Os protocolos estão apresentados. Apliquem na proporção da gravidade que o momento exige”, pediu o governador, dois dias depois de manter o sistema de cogestão, ao contrário do que fizera em dezembro passado, em outro pico da pandemia.

Fonte: Correio do Povo

Foto: Reproduação

Comente essa notícia
Receba nosso informativo
diretamente em seu e-mail.