Quarta-feira, 12 de Maio de 2021
Telefone: (54) 3385 1019
Whatsapp: (54) 996691013
Curta nossa página no Facebook:
Clique para Ouvir
Ensolarado
17°
17°C
Tapera/RS
Ensolarado
No ar: PLAYLIST 101.3 – As melhores da programação.
Ao Vivo: PLAYLIST 101.3 – As melhores da programação.
Notícias

Leite vê RS em novo momento da pandemia para avançar com volta das aulas presenciais

Governador revelou expectativa de que as classes estejam liberadas até a próxima segunda-feira
Leite vê RS em novo momento da pandemia para avançar com volta das aulas presenciais
Leite vê RS em novo momento da pandemia para avançar com volta das aulas presenciais | Foto: Itamar Aguiar / Palácio Piratini / Divulgação / CP
23.04.2021 10h43  /  Postado por: fernando

Após publicação do decreto que autoriza as aulas presenciais em cidades com bandeira preta registradas no sistema de cogestão, o governador Eduardo Leite se manifestou nesta sexta-feira e afirmou que vê o Rio Grande do Sul em um novo momento da pandemia, período que permite o avanço para a volta das aulas presenciais no Ensino Infantil e nos primeiros anos do Ensino Fundamental.

“Estamos apresentando ao desembargador responsável pela matéria a nossa mudança, para que fique claro que o governo não está driblando nada. É um novo momento da pandemia, em que podemos avançar com a retomada das aulas presenciais. A nossa expectativa é de que tenhamos a interpretação clara do que queremos para voltar com as aulas na segunda-feira”, afirmou.

Ainda que considere que o Rio Grande do Sul está em um novo cenário da pandemia de coronavírus, Leite comentou que o patamar de casos ainda está alto. “O que estamos apresentando é a cogestão, a possibilidade dos municípios usarem regras da bandeira vermelha para a educação também. Respeitando a decisão judicial, esta é uma maneira que encontramos para contornar esta situação, especialmente considerando que o Estado está em um momento melhor da pandemia. Observamos uma redução, mas seguimos em bandeira preta porque reduziu e mesmo assim estamos em um patamar alto de casos”, explicou.

Correio do Povo

Comente essa notícia
Receba nosso informativo
diretamente em seu e-mail.