Sexta-feira, 28 de Janeiro de 2022
Telefone: (54) 3385 1019
Whatsapp: (54) 996691013
Curta nossa página no Facebook:
Clique para Ouvir
Tempo nublado
27°
15°
17°C
Tapera/RS
Tempo nublado
Ao Vivo:
Notícias

Pfizer e BioNTech terão dados sobre eficácia da vacina contra nova variante em duas semanas

Nova cepa do coronavírus foi detectada na África do Sul, e Israel já contabilizou um caso da B.1.1.529
Pfizer e BioNTech terão dados sobre eficácia da vacina contra nova variante em duas semanas
26.11.2021 10h52  /  Postado por: mateus

O laboratório alemão BioNTech, sócio da Pfizer, espera ter em até duas semanas os primeiros resultados dos estudos que determinarão se a nova variante de Covid-19 detectada na África do Sul é capaz de escapar da proteção da vacina.

“Iniciamos de maneira imediata estudos sobre a variante B.1.1.529, que difere claramente das variantes já conhecidas porque tem mutações adicionais na proteína spike característica do vírus Sars-Cov-2”, afirmou um porta-voz do laboratório à AFP.

De acordo com o porta-voz, os dois laboratórios já iniciaram os esforços para atualizar o imunizante. “Pfizer e BioNTech se prepararam há vários meses para ajustar sua vacina em menos de seis semanas e entregar as primeiras doses em 100 dias no caso de uma variante resistente”, completou.

Israel detecta caso da nova variante sul-africana de Covid-19

O ministério da Saúde de Israel anunciou nesta sexta a detecção de um caso da nova variante de Covid-19 descoberta na África do Sul e que, segundo os cientistas, se propaga rapidamente. “A variante descoberta nos Estados do sul da África foi identificada em Israel. Trata-se de uma pessoa que veio de Malauí”, afirmou o ministério, que teme outros dois casos de pessoas que chegaram do exterior e que estão confinadas.

As três pessoas já estavam vacinadas contra o coronavírus, informou o ministério em um comunicado. O primeiro-ministro Naftali Bennett convocou uma reunião de emergência com autoridades da área da saúde para examinar a situação e os riscos.

Após o anúncio da descoberta da nova variante, o governo israelense incluiu em sua lista vermelha sanitária a África do Sul, Lesoto, Botsuana, Zimbábue, Moçambique, Namíbia e Eswatini (ex-Suazilândia). após o anúncio da descoberta da nova variante. A variante é identificada como B.1.1.529 e parece ser muito contagiosa, de acordo com cientistas sul-africanos. Não se sabe se as vacinas que estão sendo aplicadas são eficazes contra a nova cepa.

Fonte: Correio do Povo

Foto:  Andrej Ivanov

Comente essa notícia
Receba nosso informativo
diretamente em seu e-mail.